Cine-Expressão

SESSÃO CURTAS-METRAGENS -  5 A 7 ANOS - Inscrições: clique aqui

Datas e horários: 15/06 - às 8h30 no Cine-Teatro
                                  15/06 - às 14h no Cine-Teatro
                                  18/06 - às 14h no Cine-Teatro

NO CAMINHO DA ESCOLA
Animação, Digital, Cor, 9min18, ES, 2017

Foto: Divulgação

Direção: Alunos do Projeto Animação

No caminho da escola, uma menina faz uma viagem alucinante por planetas imaginários e perde a primeira aula.

 

  

DOURADO
Ficção, Digital, Cor, 8min15, 2017, MG

Foto: Divulgação

Direção : Bernardo Teixeira

Arthur é um garoto de seis anos inteligente, criativo e explorador. Ele vive uma grande aventura ao se perder da mãe em um passeio no mercado central.

 

 
A NATUREZA AGRADECE
Animação, Digital, Cor, 14min14, GO, 2018

Foto: Divulgação

Direção: Ana Maria Cordeiro

Esta é a história de Bernardo. Ele vive em um pequeno rancho. O Rancho é cheio de diversidade ambiental: Plantas, pássaros, árvores frutíferas e um rio limpo como cristal. Em um belo dia toda a natureza é ameaçada por uma fábrica química. Se não fosse pelas ações de Bernardo e seu pai, tudo estaria perdido.

 


 DANDO ASAS À IMAGINAÇÃO
Animação, Digital, Cor, 13min19, RJ, 2017

Foto: Guilherme Nascimento

Direção: Arthur Felipe Fiel e João Marcos Nascimento

 O que acontece quando três pequenos amigos embarcam num mundo cheio de magia, aventuras e imaginação? Carlinhos, Carol e Quindin serão nossos guias no mundo da contação e junto a eles todos nós daremos asas à imaginação!

 



SESSÃO CURTAS-METRAGENS -  8 A 10 ANOS
- Inscrições: clique aqui

Datas e horários: 18/06 - às 8h30 no Cine Vila Rica
                                 18/06 - às 14h no Cine Vila Rica

CADARÇO
Ficção, DCP, Cor, 16min54’, SP, 2017

Foto: Taís Nardi

Direção: Eduardo Mattos

Cadarço é uma invenção complicadíssima que só serve para atrapalhar a vida de Zeca.








SISTEMA SOLAR
Ficção, Digital, Cor, 16min46, RJ, 2017

Foto: Sherolin Santos

Direção: Matheus Malafaia

Hélio é um menino muito imaginativo e apaixonado por planetas e galáxias. Astro-rei da casa, ele deixa de ser o centro das atenções quando seus pais resolvem se separar. Diante desse problema, que parece tão inalcançável quanto as estrelas, ele encontra refúgio na imaginação. Lá, Hélio vai descobrir que crescer é só mais uma viagem pelo espaço.

 



METAMORFOSE
Animação, Digital, Cor, 5min22, MG, 2017

Foto: Divulgação

Direção: Jane Carmen Oliveira

Em busca de aceitação e felicidade, uma menina se espelha nas pessoas ao seu redor.






O MENINO QUE FEZ UM MUSEU
Documentário, DCP, Cor, 23min, CE, 2017

Foto: Sergio Utsch

Direção: Sérgio Utsch

No interior do Ceará, um menino de 10 anos transforma uma casa de barro no primeiro museu de sua cidade. O documentário mostra a história de Pedro Lucas, um pequeno brasileiro orgulhoso de suas origens e muito sensível em relação aos problemas do Nordeste. O Museu Luiz Gonzaga, além de uma homenagem ao cantor, é uma viagem pela comunidade, pela cultura nordestina e pelos sentimentos de Pedro Lucas. O filme foi gravado em 2016 e finalizado em 2017 por uma equipe de profissionais brasileiros e britânicos em Londres. É resultado de uma tentativa de mostrar um pouquinho de um Brasil desconhecido pelo mundo e por muitos brasileiros.

 

 

SESSÃO LONGA-METRAGEM -  11 A 13 ANOS - Inscrições: clique aqui

Datas e horários: 15/06 - às 8h30 no Cine Vila Rica
                                 15/06 - às 14h no Cine Vila Rica

JONAS E O CIRCO SEM LONA
Documentário, DCP, Cor, 81min, BA, 2016

Foto: Haroldo Borges

Direção: Paula Gomes

Jonas tem 13 anos e seu sonho é manter vivo o circo que ele mesmo criou no quintal de casa. Enquanto luta por isso, Jonas vai atravessar a grande aventura de crescer.

 

 

 

 

SESSÃO LONGA-METRAGEM -  A PARTIR DE 14 ANOS - Inscrições: clique aqui

Data: 18/05 - às 8h30 no Cine-Teatro

INTOLERÂNCIA.DOC
Documentário, DCP, Cor, 85min, RJ, 2017

Foto: Divulgação

Direção e Roteiro: Susanna Lira

Documentário que mergulha em um aspecto da sociedade brasileira pouco abordado com profundidade: o crescimento dos crimes de ódio no país e o que está por trás dos discursos de intolerância. No Brasil, que sempre foi reconhecido internacionalmente pela mistura de raças, ecumenismo de credos e até umacerta liberdade sexual, ironicamente, são cada vez mais noticiados delitos de racismo, xenofobia, homofobia e disputas sangrentas por causa de religião, futebol e até linchamentos. Observando os fatos, investigando de perto os crimes, conhecendo as vítimas, ouvindo os motivos alegados pelos algozes, podemos visualizar e refletir sobre um país que se confronta cada vez mais com suas contradições.