24/06 | sexta | 10h às 12h

Local: Centro de Artes e Convenções de Ouro Preto


DEBATE INAUGURAL

Tema: PRESERVAR, TRANSFORMAR, PERSISTIR

Se desde a década de 1980 os povos indígenas iniciaram seus primeiros contatos com as câmeras, nas últimas duas décadas tornaram-se realizadores independentes, com obras motivadoras do interesse de pesquisadores e festivais. Qual o lugar do cinema em uma cultura estruturada na oralidade? Qual a relação desta produção com o presente, com a memória, com a espiritualidade e com a política? Que importância tem esses filmes para semear um desejo de futuro? Qual a importância de ser visto por plateias não indígenas? Como esta produção tão voltada para a memória está sendo preservada e arquivada?

Convidados:

  • Cleber Eduardo – curador da Temática Histórica | SP
  • Divino Tresewahú – cineasta | MT
  • Hernani Heffner  – gerente da cinemateca do Museu de Arte Moderna – MAM  | RJ
  • Vincent Carelli – cineasta e indigenista | PE

Mediadora: Clarisse Alvarenga – curadora Temática Educação | MG