A PRESERVAÇÃO DE CONTEÚDOS EM REDES SOCIAIS

25/06, sexta, 10h

A produção de conteúdo tem se intensificado mundo afora. No Brasil, essa intensa produção não está no escopo de prospecção de instituições tradicionais de patrimônio audiovisual. A responsabilidade pela preservação dessa produção individual, de coletivos ou associações é de seus próprios agentes. Quais são as ações de preservação de diferentes frentes de produção de conteúdo propagado em redes sociais? Existe uma consciência da importância da preservação, quando se produz e difunde conteúdo em redes sociais? De que forma podemos fortalecer o viés preservacionista desses produtores de conteúdo?

Convidados:
. Ana Pessoa Mídia Ninja e Fora do Eixo | RJ
. Anápuàka Tupinambá – Rádio Yandê e Rede de Cultura Digital Indígena | RJ
. Dalton Martins – UnB/Projeto Tainacan | DF

Mediador: Mário Augusto Medeiros da Silva – sociólogo e escritor | SP