A PRESERVAÇÃO DE VÍDEO

24/06, quinta, 16h

A portabilidade e acessibilidade das câmeras e tocadores de fitas magnéticas ocasionaram uma abundância de registros, em especial a partir da década de 1970. Tal produção é inerentemente vulnerável pelas características das próprias fitas e pela obsolescência e escassez de reprodutores. Hoje, acervos magnéticos são motivos de alerta, com diversos projetos internacionais dando notoriedade à questão. Enquanto alguns acervos estão silenciosamente se extinguindo, alguns projetos estão possibilitando o seu tratamento e processamento, com o uso de ferramentas digitais – que acarretam novos desafios. Uma apresentação técnica de alguns desses projetos.

Convidados:
. Caetano Corrêa – acervo Djalma Corrêa | RJ
. Lorena Maria – chefe de acervo e distribuição da TV Senado | DF
. Ruy Gardnier – chefe de catalogação do acervo do Circo Voador | RJ

Mediadora: Joice Scavone – professora e pesquisadora | RJ