IMAGENS GUARDADAS E MEMÓRIAS REVISITADAS

27/06, domingo, 18h

No cinema contemporâneo, a relação com a memória restitui o passado, mas também interfere no presente e vislumbra possibilidades de futuro. A retomada dos vestígios de um tempo que passou pode reconfigurar o que pensamos sobre nós mesmos, as gerações anteriores e a produção das imagens. Quais imagens guardamos e decidimos reviver? Como elas podem ser expressão de nossas memórias e de diferentes tempos?

Convidados:

  • Petrus Cariry, de Foi um tempo de poesia (CE)
  • Lorran Dias, de Novo Rio (RJ)
  • Sofia Badim, de Fôlego (RJ)
  • Rafael Conde, de O suposto filme (MG)

Mediadora: Camila Vieira, curadoria de curtas e médias da Mostra Contemporânea