OFICINAS DE VÍDEO: TRADIÇÕES E TRANSFORMAÇÕES

24/06, quinta, 14h

Na década de 1990, surgiram câmeras de filmar suficientemente leves e acessíveis e que, associadas ao contexto social e político da época, possibilitaram uma série de propostas formativas de oficinas de vídeo envolvendo o cinema e os movimentos sociais. Além de pioneiras, essas propostas produziram consequências que foram importantes para a disponibilização da linguagem audiovisual a setores da sociedade que até então não tinham acesso à produção cinematográfica.

Convidados:

  • Luiz Fernando Santoro: produtor audiovisual | SP
  • Gianne Neves Oliveira: coordenadora de projetos do Centro de Criação da Imagem Popular (Cecip) | RJ

Mediadora: Clarisse Alvarenga– curadora Temática Educação – MG