PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL: QUE CAMINHOS TRILHAR?

27/06, domingo, 12h

A 16a CineOP revisita a frutífera produção brasileira da década de 1990 –um período de transição para a preservação audiovisual. As instituições de patrimônio audiovisual passam por um processo de transformação e crescimento.Nos últimos anos, o campo da preservação audiovisual ganhou uma maior atenção do público. Hoje, porém, apesar dos avanços, o campo da preservação vive uma profunda crise, em especial, considerando a situação grave da Cinemateca Brasileira e o cenário da pandemia de Covid-19. A crise pode ser ensejo para a mudança – e qual pode ser o papel do campo da preservação audiovisual? Que caminhos trilhar?

Convidados:
. Aluf Alba Elias – Arquivo Nacional | RJ
. Fernanda Coelho – conservadora audiovisual e museóloga | SP
. Hernani Heffner – gerente da Cinemateca do MAM | RJ
. Marcos Sabóia – Cinemateca de Curitiba | PR

Mediadora: Lila Foster –pesquisadora, curadora e diretora de relações institucionais da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual |DF

Integra o debate o lançamento da publicação:
Título: DECLARAÇÃO DIGITAL | RECOMENDAÇÕES PARA DIGITALIZAÇÃO, RESTAURAÇÃO, PRESERVAÇÃO DIGITAL E ACESSO
Autor: International Federation of Film Archives
Editora: Arquivo Nacional