Filmes

PROJÉTIL

Marx Braga


Experimental | Colorido | Digital | 2 min | 2020

A esperança depositada na melhoria da educação é um dos poucos amálgamas a unir o fragmentado imaginário político brasileiro. Já seu contraprojeto parece na prática se reatualizar a cada rodada autoritária do Brasil contemporâneo. Seja no descaso em termos de investimentos públicos ou na tentativa de censuras diversas, os retrocessos educacionais que se seguiram às intervenções antidemocráticas de 1964 e 2016 acabaram por terminar de rasgar outras páginas constitucionais. Tornada feixe histórico concreto e comum ao regime militar e ao atual governo, a chamada “crise educacional” ganha em “Projétil” um caráter perverso, posto que intencional.

Disponível até: 07/09 ás 23h59

Classificação: Livre

Roteiro, Produção executiva, Montagem, Fotografia: Marx Braga

Direção de arte: Daniel Tumati

Mixagem, Edição de som: Vinicius Leal

 

Este filme integra a SESSÃO 2 da MOSTRA EDUCAÇÃO

Ao final da sessão, permaneça conosco para assistir ao debate realizado com os representantes dos curtas participantes.

Filmes que integram esta sessão:
A DANÇA DAS FORMAS, de Aline Amsberg de Almeida
8º ANDAR, de Estudantes do Tecnico Informática, Turma 1109. Coordenação Geral Prof. Antônio Pinheiro
À ESPERA, de Juliana Oliveira
ATÉ QUE A MORTE OS SEPARE, de Júlia Arantes
DUAS SALAS, de Katharine Diniz e Educadoras do Centro de Educação Infantil e Creche Conveniada (CEI) Prof. José Villagelin Neto
ENQUANTO TE ESPERAMOS, de Equipe do CEI Christiano Osório de Oliveira
ESOPINHOS, de Sandra Amaral, Mauro Antônio Guari
ESPERANÇA QUARENTENA, de Vitória da Silva Prudenciano
EU ASSIM SEM VOCÊS…, de Marli França Silva
JANELAS DENTRO E FORA. FILMAMOS DE NOSSAS CASAS NO ESTILO LUMIÈRE, Direção Coletiva
JÓVENES RESILIENTES – JUVENTUDE RESILIENTE, de Marcelo Bartolomé
MACHISMO, Direção Coletiva
VIDAS, de Estudantes da Formação Geral, Turma 1101. Coordenação Geral Prof. Antonio Pinheiro
MEMÓRIAS E SAUDADES, Direção Coletiva
MIOJO QUE MATA FOME, de Vitória Cristina
OLHAR A ARTE, de Renata da Silva e Kayo Ricardo
PROJÉTIL, de Marx Braga
UMA MANHÃ NO JARDIM, de Camilo Hinojosa Milanés

 

 

 

Inscreva-se