PROGRAMAÇÃO DE DEBATES DA 16ª CINEOP REÚNE EDUCADORES E PROFISSIONAIS DA PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL

Têm início nesta quinta, dia 24 de junho, os debates da 16a CineOP. Integram a programação reflexiva do evento o Encontro da Educação: XIII Fórum da Rede Kino e o 16o Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros. Ao longo deste segundo dia da CineOP, o público poderá conferir debates, Masterclass Internacional, Sessão Debate e Roda de Conversa. Todas as discussões que reúnem profissionais, pesquisadores, especialistas de todo o país e convidados internacionais serão transmitidas gratuitamente no site www.cineop.com.br.

A programação começa às 10 horas, com o debate inaugural “Memórias entre diferentes tempos”. Para discutir o tema central desta edição do evento, a mesa contará com representantes das três temáticas –  Preservação, Educação e Histórica. Respectivamente, a professora e pesquisadora Inês Teixeira| MG; a professora de Política e Gestão da Cultura da UFRB, Laura Bezerra | BA, e o professor e pesquisador Alfredo Manevy | SP. A mediação será da curadora da Temática Educação Clarisse Alvarenga. Para garantir a participação de todos, o debate contará com intérprete de Libras.

Logo em seguida, às 12 horas, pela Temática Histórica, será realizado o debate “Ideologias e políticas de cinema e audiovisual nos anos 90 e em 2021”. Leandro Saraiva – professor e roteirista | SP; Melina Izar Marson – gestora cultural, pesquisadora, curadora e produtora | SP e Orlando Senna – cineasta, escritor e jornalista | BA, discutem o que permaneceu, o que foi ampliado e o que retroagiu nas relações das atividades do audiovisual com o Estado, entre os anos 90 e os últimos cinco anos, e como está a situação das políticas públicas federais em anos recentes, especificamente do cinema e do audiovisual. A mediação será de Pedro Butcher – professor, crítico de cinema e pesquisador | RJ.

Encontro da Educação: XIII Fórum da Rede Kino

As discussões do Encontro da Educação: XIII Fórum da Rede Kino prosseguem às 14 horas, com o debate “Oficinas de vídeo: Tradições e transformações”. Luiz Fernando Santoro, professor da USP e um dos fundadores da Associação Brasileira de Vídeo Popular (ABVP) e Gianne Neves Oliveira, do Centro de Criação da Imagem Popular (Cecip) debatem o desenvolvimento e a inserção de novos autores e autoras dentro das possibilidades audiovisuais, a partir dos anos 1990, por meio das oficinas de vídeo envolvendo o cinema e os movimentos sociais. A mediação será de Clarisse Alvarenga – curadora da Temática Educação.

E, às 20 horas, a Sessão Debate do documentário “Cien niños esperando un tren (Cem crianças esperando um trem)” colocará em foco a pedagogia de cinema desenvolvida pela pesquisadora de cinema e professora chilena Alicia Vega Durán, destaque da Temática Educação. A discussão contará com a participação do cineasta chileno Ignacio Agüero – diretor do filme e de Wenceslao de Oliveira – professor da Faculdade de Educação/ Unicamp e pesquisador no Laboratório de Estudos Audiovisuais – Olho) e Verônica Pacheco de Oliveira Azeredo – professora e pesquisadora. O debate com tradução simultânea espanhol/português.

16o Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros

Registrar é lutar: O audiovisual como ferramenta na luta por direitos” é o nome da masterclass internacional da Temática Preservação que será realizada às 14 horas. A atividade será ministrada por Yvonne Ng (República Tcheca), responsável pelo acervo da WITNESS, ONG baseada em Nova York, com unidade no Brasil, que promove o audiovisual como ferramenta pela luta de direitos humanos. Yvonne Ng apresenta a atuação da organização, as ferramentas criadas para arquivamento, a utilização do audiovisual como evidência, mecanismos de proteção de pessoas envolvidas e a gestão do acervo de vídeo analógico e digital. A mediação será de Ines Aisengart Menezes – curadora da Temática Preservação | SP.

Às 16 horas, o debate “A preservação de vídeo” reunirá Caetano Corrêa, do Acervo Djalma Corrêa; Ruy Gardnier, chefe de catalogação do acervo do Circo Voador| RJ; e Lorena Maria, Chefe de Acervo e Distribuição da TV Senado | DF, com mediação da professora e pesquisadora Joice Scavone| RJ, para fazerem apresentações técnicas e suas formas e recursos de trabalho com material registrado desde o começo dos anos 1970.

Encontro de Cinema

Às 18 horas, o público poderá conferir o Encontro de Cinema – Roda de Conversa com o tema “Arquivos, mito, realidade”. Joel Zito Araújo| RJ – diretor de A Negação do Brasil e Sylvio Back |RJ – diretor de Yndio do Brasil discutem a revisão histórica dos mitos e da realidade brasileira por meio das imagens que o cinema e a televisão na década de 1990. A mediação é de Marcelo Miranda – crítico de cinema | MG.

SOBRE A CINEOP

Pioneira desde sua criação (2006), a enfocar a preservação audiovisual, história, educação e a tratar o cinema como patrimônio, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 16a edição, de 23 a 28 de junho de 2021, no formato online e reafirma seu propósito de ser um empreendimento cultural de reflexão e luta pela salvaguarda do rico e vasto patrimônio audiovisual brasileiro em diálogo com a educação e em intercâmbio com o mundo.

Estrutura sua programação em três temáticas: preservação, história e educação. Durante seis dias de evento, o público terá oportunidade de vivenciar um conteúdo inédito, descobrir novas tendências, assistir aos filmes, curtir lives musicais, trocar experiências com importantes nomes da cena cultural, do audiovisual, da preservação e da educação, participar do programa de formação que oferece oficinas, masterclasses internacionais e debates temáticos. Tudo de graça pelo site www.cineop.com.br.

Acompanhe a 16a CineOP e o programa Cinema Sem Fronteiras 2021.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web:www.cineop.com.br / www.universoproducao.com.br

No Instagram: @universoproducao

No YouTube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod

No Facebook: cineop / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

SERVIÇO

16a CINEOP – MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO

23 a 28 de junho de 2021

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio: Instituto Cultural Vale, Cedro Mineração, Cemig|Governo de Minas Gerais

Parceria Cultural: Sesc em Minas, Prefeitura de Ouro Preto, Casa da Mostra e Instituto Universo Cultural

Apoio: Universidade Federal de Ouro Preto, Parque Metalúrgico Augusto Barbosa, Rede Minas, Rádio Inconfidência, Canal Brasil e Café 3 Corações

Idealização e realização: Universo Produção

Secretaria Especial de Cultural / Ministério do Turismo / Governo Federal Pátria Amada Brasil

PROGRAMAÇÃO GRATUITA PELO SITE WWW.CINEOP.COM.BR

  • ABERTURA OFICIAL
  • EXIBIÇÃO DE FILMES – LONGAS, MÉDIAS E CURTAS
  • PRÉ-ESTREIAS E MOSTRAS TEMÁTICAS
  • MOSTRINHA
  • MOSTRA VALORES
  • SESSÕES CINE-ESCOLA
  • ENCONTRO NACIONAL DE ARQUIVOS E ACERVOS AUDIOVISUAIS BRASILEIROS
  • ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XIII FÓRUM DA REDE KINO
  • DEBATES, DIÁLOGOS E RODAS DE CONVERSA
  • OFICINAS
  • MASTERCLASSES INTERNACIONAIS
  • EXPOSIÇÃO VIRTUAL “MEU CARTÃO POSTAL DE OURO PRETO”
  • PERFORMANCE AUDIOVISUAL

SHOWS