O CINEMA EM CONEXÃO COM TODAS AS ARTES

Durante a 16a CineOP, o público vai poder vivenciar uma programação cultural intensa e gratuita que reúne filmes, performance, exposição, shows com artistas de destaque e espetáculo teatral protagonizado por Chico Diaz

Além da exibição de filmes, debates, oficinas e masterclasses, a 16a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, que acontece de 23 a 28 de junho, em formato online, promove, em parceria com o Sesc em Minas, uma programação artística intensa, gratuita e diversificada.

A agenda de atividades inclui performance audiovisual inaugural, exposição fotográfica virtual, quatro shows que vão reunir nas apresentações do Sesc Cine Live Show artistas de destaque da cena mineira e brasileira, e ainda uma peça de teatro estrelada pelo ator homenageado desta edição, Chico Diaz. Os espetáculos musicais e teatral poderão ser vistos no site oficial do evento –www.cineop.com.br e pelo canal da Universo Produção e do Sesc em Minas no YouTube.

PERFORMANCE AUDIOVISUAL

Gravada em Ouro Preto e especialmente criada para abrir a temporada audiovisual da 16a CineOP, a performance audiovisual vai apresentar ao público a programação e o conceito do evento com arte, música, imagens e movimento, no âmbito da temática central do evento: Memórias Entre Diferentes Tempos.

A criação é da diretora da Universo Produção Raquel Hallak e do artista audiovisual e poeta Chico de Paula, que também assina a direção e o roteiro. Participam os artistas, músicos e compositores Sérgio Santos, Mylena Jardim e os musicistas Vitória Viana e Giovanni Santiago.

A performance audiovisual abre a programação oficial do evento e poderá ser vista no dia 23 de junho, quarta-feira, às 20 horas, no site www.cineop.com.br.

SESC CINE LIVES SHOWS

Na noite de quinta-feira, 24 de junho, às 21 horas, o palco do Sesc Cine Live Show recebe Regina Souza com o espetáculo “Chegaí”, título de uma das canções e do seu mais recente álbum, lançado em 2020. No repertório, reflexões sobre a vida, o cotidiano e espiritualidade, em ritmos variados como samba, partido alto, baião, ijexá, bossa, afoxé e balada. Para esse show, Regina estará acompanhada de sua banda, composta por Du Macedo no violão, guitarra e cavaquinho; Cláudio Queiroz na bateria e percussão e Fred Jamaica no baixo. O convidado especial é Sérgio Pererê. Cantor, compositor e multi-instrumentista, Pererê tem dialogado, ao longo de sua carreira, com várias vertentes da música mundial, com grande influência das raízes africanas, tanto nos instrumentos quanto na forma de expressar seu canto.

Na sexta, dia 25, às 21 horas, é a vez do cantor, compositor e multi-instrumentista mineiro Maurício Tizumba. Em seu novo show “Umbanda”, Tizumba rompe os limites ocidentais entre o sagrado e o profano, mostrando que o corpo que canta, toca e dança está em oração. Com arranjos e participação de Everton Coroné, o repertório une músicas tradicionais, já incorporadas à cultura popular brasileira, com canções de autoria do próprio Tizumba e de outros artistas mineiros. “Umbanda” é, antes de tudo, uma reverência à ancestralidade africana.

No sábado, 26 de junho, a partir das 21 horas, quem vai agitar o Sesc Cine Live Show é Zélia Duncan. Direto de sua casa, a artista apresenta um pedaço de seu abrangente universo musical. São canções de seu repertório afetivo e de sua trajetória. “O Lado Bom Da Solidão – em casa” é a possibilidade de compartilhar a música com um público que goste de imaginar que estava presente quando as canções foram feitas. Isolados, porém unidos pela música e pelo desejo de que o máximo de pessoas, possa se proteger e assim, proteger a cada um que precisa realizar serviços essenciais por todos nós, fora de casa.

Na noite de domingo, dia 27, o público terá duas oportunidades, às 19 e às 21 horas, de conferir o espetáculo teatral “A Lua Vem da Ásia”. O ator Chico Diaz, homenageado da 16a  CineOP, estreou no palco sua adaptação do romance surrealista escrito pelo autor mineiro Campos de Carvalho. Carregada de humor ácido, o monólogo levanta questões sobre os limites do poder, das hierarquias e o lugar de cada cidadão na sociedade. Procurando perspectivas, pontos de fuga, por meio da memória, do imaginário e dos afetos, Chico Diaz usa a arte para provocar reflexões e ações. O texto fala sobre lucidez e loucura, prisão e liberdade.

E para encerrar a programação da 16a  CineOP em grande estilo, na segunda, dia 28, às 21 horas, estará no palco da live show o cantor, pianista e arranjador, Flávio Venturini. Dono de grandes hits que embalam muitas paixões, Flávio lança um novo projeto, “Paisagens Sonoras” – show que aborda várias de suas vertentes como artista. A base desta apresentação são seus grandes sucessos como “Todo azul do mar”, “Noites com Sol”, “Pierrot” e a versão em inglês para o hit “Nascente”. Flávio vai além quando mostra sua ligação com o erudito, com uma roupagem popular com “Céu de Santo Amaro”, “Fotografia de um amor” e “Retratos”. O show ainda conta com temas instrumentais, que estão sempre presentes na carreira de Flávio Venturini e não podiam faltar nesse show.

Os shows contaram com a participação do VJ Homem Gaiola em projeções que fizeram uma homenagem a Ouro Preto e também propuseram uma viagem à sua criação autoral.

O palco que recebe os shows dos artistas mineiros é velho conhecido do público belo-horizontino: o Grande Teatro do Sesc Palladium. Com uma cenografia especial, o equipamento cultural, que fica no coração da capital, é o cenário perfeito para receber os espetáculos e trazer para esta edição o clima de festa e celebração tão marcante das edições anuais da CineOP.

“A 16a CineOP oferece ao público uma programação audiovisual diversa e abrangente. Além disso, em parceria com o Sesc em Minas, promove também atividades de diferentes linguagens artísticas, valorizando a produção cultural mineira e brasileira. No palco virtual do Sesc Cine Live Show passarão artistas que dialogam com o passado, que se fizeram presentes nos anos 90, que também refletem o tempo em que vivem e acompanham a constante evolução das manifestações culturais”, destaca Janaína Cunha, gerente de Cultura do Sesc em Minas.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA VIRTUAL “MEU CARTÃO POSTAL OURO PRETO”

Uma das novidades da programação da 16a CineOP, a Exposição Virtual “Meu Cartão Postal de Ouro Preto”, tem como objetivo trazer para o ambiente online o aconchego e os encantos da cidade barroca mineira. São fotos que traduzem os olhares sobre a cidade em alguns dos aspectos – cultural, social, patrimonial e arquitetônico. O público poderá apreciar a galeria online no site oficial www.cineop.com.br, com fotografias do acervo da Universo Produção e também enviadas pelo público, que traduzem as peculiaridades e beleza de Ouro Preto. Qual imagem você registra e escolhe para ser o cartão postal de Ouro Preto?

SOBRE A CINEOP

Pioneira desde sua criação (2006), a enfocar a preservação audiovisual, história, educação e a tratar o cinema como patrimônio, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto chega a sua 16ª edição, de 23 a 28 de junho de 2021, no formato online e reafirma seu propósito de ser um empreendimento cultural de reflexão e luta pela salvaguarda do rico e vasto patrimônio audiovisual brasileiro em diálogo com a educação e em intercâmbio com o mundo.

Estrutura sua programação em três temáticas: preservação, história e educação. Durante seis dias de evento, o público terá oportunidade de vivenciar um conteúdo inédito, descobrir novas tendências, assistir aos filmes, curtir lives musicais, trocar experiências com importantes nomes da cena cultural, do audiovisual, da preservação e da educação, participar do programa de formação que oferece oficinas, masterclasses internacionais e debates temáticos. Tudo de graça pelo site www.cineop.com.br

Acompanhe a 16a CineOP e o programa Cinema Sem Fronteiras 2021.

Participe da Campanha #EufaçoaMostra

Na Web:www.cineop.com.br / www.universoproducao.com.br

No Instagram: @universoproducao

No YouTube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod

No Facebook: cineop / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

SERVIÇO

16a CINEOP – MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO

23 a 28 de junho de 2021

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA

Patrocínio: Instituto Cultural Vale, Cedro Mineração, Cemig|Governo de Minas Gerais

Parceria Cultural: Sesc em Minas, Prefeitura de Ouro Preto, Casa da Mostra e Instituto Universo Cultural

Apoio: Universidade Federal de Ouro Preto, Parque Metalúrgico Augusto Barbosa, Rede Minas, Rádio Inconfidência, Canal Brasil e Café 3 Corações

Idealização e realização: Universo Produção

Secretaria Especial de Cultural / Ministério do Turismo / Governo Federal

PROGRAMAÇÃO GRATUITA PELO SITE WWW.CINEOP.COM.BR

  • ABERTURA OFICIAL    
  • EXIBIÇÃO DE FILMES – LONGAS, MÉDIAS E CURTAS
  • PRÉ-ESTREIAS E MOSTRAS TEMÁTICAS
  • MOSTRINHA
  • MOSTRA VALORES
  • SESSÕES CINE-ESCOLA
  • ENCONTRO NACIONAL DE ARQUIVOS E ACERVOS AUDIOVISUAIS BRASILEIROS
  • ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XIII FÓRUM DA REDE KINO
  • DEBATES, DIÁLOGOS E RODAS DE CONVERSA
  • OFICINAS
  • MASTERCLASSES INTERNACIONAIS
  • EXPOSIÇÃO VIRTUAL “MEU CARTÃO POSTAL DE OURO PRETO”     
  • PERFORMANCE AUDIOVISUAL
  • SHOWS