CINEASTAS INDÍGENAS DIZEM QUE SÉRIE DE VIDEOCARTAS RESSIGNIFICOU COTIDIANO EM ALDEIAS PELO BRASIL

A partir do projeto coletivo “Nhemongueta Kunhã Mbaraete” – que consistiu numa troca de cartas e registros do cotidiano indígenas em aldeias espalhadas pelo Brasil –, aconteceu o debate “Mídia nas aldeias” neste domingo (6/9) na CineOP, dentro da Temática Educação. Os quatro segmentos do processo discutido nessa conversa estão em exibição na Mostra de Cinema de Ouro Preto e são assinados por Graciela Guarani, Patrícia Ferreira Pará Yxapy, Michele Kaiowá e Sophia Pinheiro.

Michele Kaiowá, residente numa aldeia em Dourados (MS), relatou como o isolamento de cinco meses em sua aldeia tem afetado o dia a dia de crianças e adultos, devido ao distanciamento escolar e a limitações tecnológicas. “A ideia de desenvolvermos as videocartas surgiu pela saudade que sentimos umas das outras”, contou ela. Do sertão de Itaparica (PE), Graciela Guarani disse que as trocas serviram como maneira de reviver uma série de sentimentos e dificuldades, mas também para frisar suas conquistas.

“Foi uma forma de exibirmos nossos trabalhos, de dar a visão do particular do fazer e do sentir através das mulheres indígenas”, comentou Graciela. “É um processo muito singular que estamos vivenciando nesse momento de pandemia. Através da arte e das vivências simbólicas, podemos subverter o sistema de violência que faz parte da nossa história”.

Professora e cineasta, Graciela exaltou o “Nhemongueta Kunhã Mbaraete” como sendo um projeto em que as participantes ressignificaramm o próprio caminhar. “A nossa territorialidade é muito singular e tentamos naturalizar os nossos corpos indígenas, que transitam entre mundos e que representam um processo de resiliência”, comentou ela.

Agregadora do “Nhemongueta Kunhã Mbaraete”, a cineasta e artista visual Sophia Pinheiro relembrou terem sido três meses intensos de trocas numa obra-processo que dependia de um fluxo diretamente afetado pela pandemia e por dificuldades técnicas, numa época ainda mais dependente dos dispositivos móveis e redes de dados. “Para todas nós, foram momentos de muita força, foi um assentamento de alma e de matéria”, disse. “A montagem das videocartas (de Alexandre Pankararu e Fábio Costa Menezes) teve um papel importante para organizar as imagens e os arquivos que a gente reuniu. É um material filmado e editado dentro das nossas casas, o que dá uma grande intimidade ao projeto”.

SOBRE A 15ª CINEOP – MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO

Idealizada e realizada pela Universo Produção em edições anuais e consecutivas, a CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto é uma mostra audiovisual que estrutura sua programação em três temáticas de atuação: preservação, história e educação. Chega a sua 15ª edição, de 3 a 7 de setembro de 2020, reafirmando o propósito de ser instrumento de reflexão e luta pela salvaguarda do patrimônio audiovisual brasileiro em diálogo com a educação e em intercâmbio com o mundo – centra o foco no cinema como patrimônio, na história, memória em interface com o cinema contemporâneo e ações educacionais.

***

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você para seguir a Universo Produção/CineOP nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores da CineOP, acompanhar a evolução e notícias do evento, receber conteúdos exclusivos sobre a 15ª edição da CineOP. Canais e endereços:

Na Web: www.cineop.com.br

No Instagram: @universoproducao

No Youtube: Universo Produção

No Twitter: @universoprod

No Facebook: cineop / universoproducao

No LinkedIn: universo-produção

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2020.

Participe da Campanha #eufaçoaMostra

***

SERVIÇO

15ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto | 3 a 7 de setembro de 2020

Lei  Federal de Incentivo à Cultura

Patrocínio: Petra e Codemge|Governo de Minas Gerais

Parceria Cultural: Sesc em Minas, Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP

Apoio: Café 3 Corações, Rede Minas, Rádio Inconfidência, Instituto Universo Cultural

Idealização e realização: Universo Produção

Secretaria Especial de Cultura | Ministério Do Turismo | Governo Federal

* Sintese da Programação

  • ABERTURA OFICIAL
  • EXIBIÇÃO DE FILMES – LONGAS, MÉDIAS E CURTAS
  • PRÉ-ESTREIAS E MOSTRAS TEMÁTICAS
  • MOSTRINHA
  • MOSTRA VALORES
  • SESSÕES CINE-ESCOLA
  • ENCONTRO NACIONAL DE ARQUIVOS E ACERVOS AUDIOVISUAIS BRASILEIROS
  • ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XII FÓRUM DA REDE KINO
  • DEBATES
  • OFICINAS
  • MASTERCLASSES INTERNACIONAIS
  • EXPOSIÇÃO CINEOP 15 ANOS
  • ENCONTROS DE CINEMA | RODAS DE CONVERSA
  • PERFORMANCE AUDIOVISUAL
  • LIVE SHOWS