ESTUDO DE CASO, MASTERCLASS INTERNACIONAL, DEBATE E RODA DE CONVERSA MARCAM A PROGRAMAÇÃO DO FERIADO DO ENCONTRO DE ARQUIVOS

Na segunda-feira, feriado, às 12 horas, o público poderá conhecer o case de restauro do filme “Pixote, A Lei do mais fraco”, longa-metragem que está em exibição na Mostra Preservação. Para apresentar o estudo de caso da restauração da obra de Hector Babenco, por meio do World Cinema Project, no laboratório L’Immagine Ritrovata e Estúdio JLS, participam do debate  Myra Babenco – sócia diretora da produtora HB Filmes |SP; Patrícia De Filippi – restauradora |SP e Roberto Gervitz – cineasta |SP. O mediador será Marco Dreer – consultor da COC/Fiocruz |RJ.

Em seguida, às 14 horas, a 15a CineOP promove a última Masterclass Internacional desta edição do evento, que abordará a expansão do Museo Del Cine Pablo Ducrós Hicken. Paula Félix Didier – diretora do Museo del Cine Pablo Ducrós Hicken, em Buenos Aires|Argentina, apresenta as perspectivas da instituição, cuja excelência de seu acervo e estratégias expositivas o tornam uma referência importante para o campo do patrimônio audiovisual. A expansão da instituição com o novo prédio em construção para armazenamento e processamento técnico do acervo audiovisual e o trabalho técnico envolvido. A mediação será de Ines Aisengart Menezes – curadora Temática Preservação |SP.

Logo após, às 16 horas, será realizado o debate com o tema “Instituições de Patrimônio em Risco: Caso Cinemateca Brasileira”. A Cinemateca Brasileira possui o maior acervo audiovisual da América do Sul, preservando a história e identidade brasileira. Desde sua criação, há 74 anos, ela tem enfrentado dificuldades de diferentes proporções, refletidas em quatro incêndios, sendo o último em 2016. A crise atual é considerada a pior: sem contar com repasse do governo federal em decorrência de um imbróglio administrativo, com a suspensão de serviços essenciais, ausência de pagamento de salários à sua equipe técnica há cinco meses e a consequente ameaça ao acervo. O desmonte e descaso do governo federal colocam em risco o patrimônio público e, sobretudo, a própria existência da instituição. Participam da discussão Carlos Augusto Calil – cineasta e ex-diretor executivo da Cinemateca Brasileira |SP; Débora Butruce – preservadora audiovisual e vice-presidente da ABPA |SP e Fabiana Ferreira – Instituto Brasileiro de Museus / Ministério do Turismo |DF. A mediadora será Eloá Chouzal – pesquisadora audiovisual e de conteúdo |SP.

Às 18 horas, será realizado o Encontro de Cinema com o tema “A Preservação sob a ótica da fotografia no cinema”. A Roda de Conversa contará com a participação de Lauro Escorel |RJ, um dos mais notáveis e atuantes diretores de fotografia do cinema brasileiro. A carreira de Escorel é extensa e prestigiada, incluindo obras como “São Bernardo” (1971, de Leon Hirszman), “Mar de Rosas” (1977, de Ana Carolina), “Bye bye Brasil” (1979, de Cacá Diegues), “Eles não usam black tie” (1981, de Hirszman) e “Uma vida em segredo” (2003, de Suzana Amaral). Sua importância para o cinema também se dá pela direção, seu filme mais recente “Fotografação” está em destaque nesta edição da CineOP. Lauro Escorel atuou também como supervisor técnico em diversos projetos de restauração, com destaque para as obras de Leon Hirszman e de “Cabra marcado para morrer”, de Eduardo Coutinho. Escorel possui um rara sensibilidade à questão da preservação. Neste Encontro de Cinema, Escorel poderá compartilhar algumas reflexões sobre a sua experiência no cinema, contemplando a importância da preservação e das instituições de patrimônio audiovisual. A mediação será de José Quental – curador Temática Preservação |RJ.

E às 20 horas, o Encerramento das atividades do 15º Seminário do Cinema Brasileiro: Fatos e Memória, do 15º Encontro Nacional de Arquivos e do Encontro da Educação: XII Fórum da Rede Kino conclui os encontros e reflexões da 15a CineOP.

***

SERVIÇO

15ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto

15ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto | 3 a 7 de setembro de 2020

Lei Federal de Incentivo à Cultura
Patrocínio: Petra e Codemge|Governo de Minas Gerais
Parceria Cultural: Sesc em Minas, Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP
Apoio: Café 3 Corações, Rede Minas, Rádio Inconfidência, Instituto Universo Cultural
Idealização e realização: Universo Produção
Secretaria Especial de Cultura | Ministério Do Turismo | Governo Federal

Secretaria Especial de Cultura | Ministério do Turismo Governo Federal

***

ATENÇÃO:

Como o formato do evento é digital, convidamos você para seguir a Universo Produção/CineOP nas redes sociais para ficar por dentro de tudo o que vai acontecer nos bastidores da CineOP, acompanhar a evolução e notícias do evento, receber conteúdos exclusivos sobre a 15ª edição da CineOP. Canais e endereços:

Na Web: www.cineop.com.br / www.universoproducao.com.br

No Instagram@universoproducao

No YoutubeUniverso Produção

No Twitter@universoprod

No Facebookcineop / universoproducao

No LinkedInuniverso-produção

Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2020.

Participe da Campanha #eufaçoaMostra