Das ruínas às utopias:
processos de criação audiovisual e metodologias de ensino

Num momento em que os desafios impostos pela pandemia em curso colocam uma série de limites e novas potencialidades para a prática do Cinema e da Educação, acreditamos que seja oportuno repensar os processos audiovisuais e, nesse movimento reflexivo, imaginar futuros para nossas atuações com o Cinema dentro e fora das escolas. Por isso, a proposta da Temática Educação para a 16ª Mostra de Cinema de Ouro Preto está centrada nos processos de criação audiovisual e nas metodologias de ensino de cinema. Talvez se trate exatamente de olhar para o passado e para as ruínas que o presente histórico nos apresenta e com isso imaginar caminhos a serem trilhados. É com essa motivação que dialogamos, a partir de nossas especificidades, com o tema central do evento: Memórias entre diferentes tempos.

É preciso lembrar que, foi na década de 1990 que surgiram câmeras de filmar suficientemente leves e acessíveis e que, associadas ao contexto social e político da época, possibilitaram uma série de propostas formativas envolvendo o cinema e os movimentos sociais no Brasil, entre elas podemos destacar o Cecip (Centro de Criação de Imagem Popular), no Rio de Janeiro, e a ABVP (Associação Brasileira de Vídeo Popular), em São Paulo. Esses dois grupos reuniram diversas iniciativas em todo o Brasil. Tanto um quanto o outro fizeram aproximações com o cinema e com a educação popular, produzindo consequências que foram importantes para a disponibilização da linguagem audiovisual a setores da sociedade que até então não tinham acesso à produção cinematográfica. Este será o tema de nossa primeira mesa: Oficinas de vídeo: tradições e transformações

No campo da educação, pretendemos discutir as modificações pelas quais têm passado  os processos de criação audiovisual e as metodologias de ensino nos dias de hoje. Temos notado, nos novos processos educativos elaborados para o desenvolvimento do Ensino Remoto Emergencial, a força pedagógica dos filmes e outros produtos audiovisuais em aulas remotas síncronas e assíncronas. Mas, ao mesmo tempo, se faz perceptível também a maneira como o contato remoto, envolvendo mais do que nunca a imagem e o som, aponta para uma série de limites aos processos de aprendizado quando realizados à distância. Justamente por isso persiste a necessidade de aprofundar o debate sobre as mediações, especialmente pretendemos apontar para o problema curatorial, que é fundamental para atender às necessidades e decisões pedagógicas atuais. Uma das respostas fundamentais para esse problema é a digitalização dos patrimônios audiovisuais (do ponto de vista do cinema) e a reconfiguração curricular (propriamente no campo da educação) para incluir objetivos, conteúdos e atividades vinculando o cinema, sobretudo aquele realizado no Brasil, aos currículos. Pretendemos discutir essa questão promovendo uma aproximação ao campo da Temática Preservação em nossa segunda mesa: Pedagogias do cinema e curadoria

Um exemplo, no Brasil, daquilo que ainda é possível sonhar em relação à escola, será trazido por Sueli e Isael Maxakali com a proposta da Aldeia-Escola-Floresta, idealizada pelo povo Maxakali. Iremos conhecer esse projeto a partir da presença dos cineastas Maxakali e da educadora e pesquisadora Rosângela de Tugny. Eles estarão em nossa mesa de encerramento intitulada: Um plano de cinema, um plano de aula.

Outro exemplo significativo na América Latina, atualmente, é o caso do Chile, que tem tomado a dianteira nos processos envolvendo cinema e educação por ao menos três motivos: 1) tem quase a totalidade do seu patrimônio digitalizado pela Cineteca Nacional de Chile- Centro Cultural La Moneda; 2) na pandemia, o currículo de Educação Básica foi adaptado incluindo inúmeras possibilidades de trabalhos escolares vinculados aos filmes; 3) e ainda, diferentes projetos promovem atividades  e dispositivos pedagógicos que têm desenvolvido um amplo leque de fichas pedagógicas para os filmes, pequenos cadernos para produzir jogos ópticos e exercícios diversos de produção audiovisual que serão apresentados em mesas, nas masterclass e alguns dos resultados desse trabalho, em uma sessão de filmes variados que resultam desses processos.

Finalmente, a Masterclass “Como ensinar cinema para crianças?” com Alicia Vega e IgnacioAgüero irá nos proporcionar a compreensão sobre a trajetória da educadora chilena pioneira que desenvolve desde a década de 1980 um trabalho profundo de elaboração de oficinas de criação audiovisual para crianças numa disposição ímpar para a elaboração de materiais pedagógicos acerca do uso do cinema. Tal percurso culmina neste ano, em que Alicia completa 89 anos, com a realização dos Cuadernos de Alicia (2020) composto de três livros: Lenguajedel cine; Doce juegos; e Las películas. Nossa expectativa é compreender a maneira como a poética que cerca sua elaboração metodológica de ensino de cinema informa sua atuação como educadora.

Adriana Fresquet
Clarisse Alvarenga

Curadoras – Temática Educação

ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XIII FÓRUM DA REDE KINO

Masterclasses Internacionais

COMO ENSINAR CINEMA ÀS CRIANÇAS?

ALICIA VEGA | Chile

Aos 89 anos, Alicia Vega realiza uma masterclass dialogando com o cineasta Ignacio Agüero, que registrou seu Taller de cine em 1987, uma das 35 oficinas de cinema que realizou […]

24/06, quinta, 17h

ESCUELA AL CINE: MOSTRAR E CRIAR FILMES NA ESCOLA

Natalia Mardones | Chile

A masterclass realizada por Natalia Mardones, apresenta o programa Escuela al Cine que é uma iniciativa da Cineteca Nacional de Chile. Trata-se de uma política pública  financiada pelo Fundo de […]

25/06, sexta, 9h


Debates e Diálogos da Educação

1ª REUNIÃO DE TRABALHO DOS PARTICIPANTES DO ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XIII FÓRUM DA REDE KINO

DIÁLOGOS DA EDUCAÇÃO

Breve relato da Temática Educação desta edição, pauta e dinâmica da programação Apresentação da dinâmica de participação da ABPA Coordenação – Rede Kino: Ally Collaço – SC Maria Leopoldina Pereira […]

21/06, segunda, 19h

MEMÓRIAS ENTRE DIFERENTES TEMPOS

Quais são os pontos de contato e as distinções mais evidentes entre as atividades audiovisuais dos anos 90 e dos últimos cinco anos nos setores da realização, exibição, educação e […]

24/06, quinta, 10h

OFICINAS DE VÍDEO: TRADIÇÕES E TRANSFORMAÇÕES

Na década de 1990, surgiram câmeras de filmar suficientemente leves e acessíveis e que, associadas ao contexto social e político da época, possibilitaram uma série de propostas formativas de oficinas […]

24/06, quinta, 14h

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS | SESSÃO 01

Projeto: CINE DEL RÍO Instituição: Espacios de Memoria y BuenVivir | MÉXICO Apresentação: David Donner Castro   Projeto: REALIZACINE Instituição: REALIZACINE | RJ Apresentação: Leonardo Moreira   Projeto: A ILHA […]

25/06, sexta, 14h

PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS | SESSÃO UFOP

Tema: Experiências audiovisuais nos projetos de extensão da UFOP Projeto: FABULAÇÕES MUSEOLÓGICAS Instituição: DEMUL/EDTM/UFOP | MG Apresentação: Fábio Hering   Projeto: CINE FAÍSCA Instituição: Universidade Federal de Ouro Preto | […]

25/06, sexta, 16h

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS | SESSÃO 02

Projeto: VÍDEO CARTAS: IMAGENS E SONS QUE VIAJAM Instituição: CINEDUCA URUGUAI / UNESPAR | URUGUAI Apresentação: Gladys Marquisio e Solange Stecz   Projeto: VOZERIO: EXPERIÊNCIAS EM CINEMA DE GRUPO COM […]

26/06, sábado, 10h

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS | SESSÃO 03

Projeto: LA PIRINOLA FÍLMICA: UN ESPACIO EDUCATIVO DE CREACIÓN DEL CINE PARA COLOMBIA Instituição: La Pirinola Fílmica | COLÔMBIA Apresentação: Ricardo Castañeda   Projeto: PROYETO CINE FISICO Instituição: Ciart Nº […]

26/06, sábado, 14h

PEDAGOGIAS DO CINEMA E CURADORIA

O problema curatorial é fundamental para atender às necessidades e decisões pedagógicas atuais. O objetivo da mesa é abordar a importância de disponibilizar acervos públicos digitais para atualizar o currículo […]

27/06, domingo, 10h

UM PLANO DE CINEMA, UM PLANO DE AULA

A proposta é aproximar as perspectivas de Sueli e Isael Maxacalicomo cineastas e de Rosângela de Tugnycomo educadora. O diálogo e as relações devem surgir a partir de um plano […]

28/06, segunda, 10h

APRESENTAÇÃO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS | SESSÃO 04

Projeto: RODANDO FANTASÍAS Instituição: Ministério de Cultura de Cuba | CUBA Apresentação: Cesirigoyen   Projeto: CINEMIRIM Instituição: Cinemirim | RJ Apresentação: Maria Bento   Projeto: REMAPEANDO A ESCOLA: CEGUIB AFETIVO […]

28/06, segunda, 14h

2ª REUNIÃO DE TRABALHO DOS PARTICIPANTES DO ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: XIII FÓRUM DA REDE KINO

DIÁLOGOS DA EDUCAÇÃO

Resoluções Finais do Encontro da Educação: XIII Fórum da Rede Kino Leitura da Carta de Ouro Preto 2021 Coordenação – Rede Kino : Ally Collaço – SC Maria Leopoldina Pereira […]

28/06, segunda, 19h


MOSTRA EDUCAÇÃO

Mostra Educação Sessão 1

Mostra Educação Sessão Cero en Conducta

Mostra Educação Sessão Escuela Al Cine

Mostra Educação – Média