A Mostra Valores é uma iniciativa e idealização da Universo Produção. Tem o propósito de dialogar e valorizar pessoas, ações, programas e comunidades das cidades de Tiradentes, Ouro Preto e Belo Horizonte, que estão inseridas no âmbito do Cinema sem Fronteiras –programa internacional de audiovisual que reúne as três Mostras anuais, diferenciadas e complementares, com o intuito de exibir e discutir a produção contemporânea do cinema, sua história, patrimônio, linguagens, estéticas e formas de inserção no mercado audiovisual.

Nesta edição, estabelece uma parceria com o Sesc em Minas, por intermédio do programa Mesa Brasil Sesc, que é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício, em que as doações recebidas nas lives artísticas durante a 16a CineOP e destinadas ao Programa Mesa Brasil Sesc serão encaminhadas às instituições de Ouro Preto cadastradas no programa – a Apae Ouro Preto e Lar São Vicente de Paulo.

Além disto, a Mostra Valores firma parceria com a Empresa Mineira de Comunicação– Rede Minas e Rádio Inconfidência para exibição de filmes e shows na grade de programação da emissora, visando contribuir para difundir o cinema brasileiro e da nossa cultura na emissora educativa representativa de Minas Gerais que atua para a formação de cidadãos conscientes, éticos e atuantes.

Outro destaque da Mostra Valores é a exibição de quatro filmes realizados na cidade de Ouro Preto pela Prefeitura de Ouro Preto e pela TV UFOP que apresentam ao público ações e atividades que representam o patrimônio imaterial da cidade patrimônio.

FILMES MOSTRA VALORES


TV UFOP

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), por meio da Central de Comunicação Público-Educativa (CCPE), colocou no ar, canal 31, em outubro de 2011, a TV UFOP, que apóia projetos da Instituição. Uma das vertentes da CPPE é ampliar o diálogo da Universidade com a comunidade, por meio da comunicação pública, de caráter educativo. Nessa relação, existe uma busca constante para a formação de pessoal para produção audiovisual, com foco especial na juventude. Dentro desse setor acontecem as atividades da TV UFOP.

O embrião que deu origem à TV UFOP foi o Centro de Produção e Pesquisa Audiovisual (CPPA), criado em 2006. Desta data até a concessão do canal aberto foram pesquisas a linguagem e o conteúdo que viria a ser veiculado por este veículo. A base de tudo o que é produzido hoje pelo canal, tem um longo período de experimentação e pesquisa.

Hoje, a TV UFOP, além do sinal aberto, está presente na Web, utilizando o sistema da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, visitado atualmente por mais de 3 milhões de telespecadores, assim como na TV a cabo da Valenet, canal 30, transmitido para cerca de 70 cidades do interior de Minas Gerais. Seu conteúdo pode ser acessado também sob demanda no canal do Youtube. Filmes em exibição na programação do evento e na 16a CineOP:

Curtas Mostra Contemporânea | TV Ufop – Sessão 1

Curtas Mostra Contemporânea | TV Ufop – Sessão 2


REDE MINAS

A Rede Minas é uma das principais emissoras de televisão aberta e principal emissora pública de Minas Gerais. Oferece uma programação ampla e diversa, pautada na qualidade e na produção de conteúdos relevantes para o telespectador. São mais de três décadas de abrangência crescente pelo estado de Minas Gerais, como parte da construção e registro da história de um estado culturalmente rico e diverso. Os desafios atuais são mais amplos e voltados para as possibilidades de promoção do patrimônio cultural, humano e de nossas paisagens naturais, nas multiplataformas do audiovisual.

Na tela da Rede Minas cabem os 853 municípios mineiros e a identidade de seu povo. Rede Minas é lugar da cultura, do turismo, do patrimônio, das tradições, da contemporaneidade e da projeção de tudo aquilo que Minas Gerais tem a oferecer. Aqui os mineiros se encontram.

A grade de programação é pautada pela diversidade, pluralidade e qualidade da informação e dos recursos. Os programas abordam temas de interesse público, que levam à reflexão e ao envolvimento com questões relevantes da sociedade, visando contribuir para a formação de cidadãos conscientes, éticos e atuantes.

O telespectador da Rede Minas poderá conferir 8 filmes que estão na programação da 16ª CineOP e que serão exibidos na grade de programação da emissora, sendo um média e sete curtas, a saber:

Curta e Média Contemporânea | Rede Minas – Sessão Faixa de Cinema Especial 16ª CineOP

Curtas Contemporânea | Rede Minas – Sessão Cinematógrafo Especial 16ª CineOP 1

Curtas Contemporânea | Rede Minas – Sessão Cinematógrafo Especial 16ª CineOP 2


MESA BRASIL SESC

Clique aqui e faça sua doação para o programa MESA BRASIL SESC.

O Mesa Brasil Sesc é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício. Seu objetivo é contribuir para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social. Trata-se essencialmente de um Programa de Segurança Alimentar e Nutricional, baseado em ações educativas e de distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas que ainda podem ser consumidos.

O Programa contribui para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza. No último ano, foram mais de 300 mil pessoas beneficiadas pela doação de alimentos. A meta é melhorar a qualidade de vida dos cidadãos em situação de vulnerabilidade alimentar e social. Atuar como banco de alimentos (centro de recolhimento, seleção e distribuição), promovendo a dignidade de crianças, jovens e idosos das entidades sociais cadastradas. As doações recebidas nas lives artísticas durante a 16ª CineOP  e destinadas ao Programa Mesa Brasil Sesc serão encaminhadas às instituições Apae Ouro Preto e Lar São Vicente de Paulo, ambas da cidade de Ouro Preto. Convidamos você a participar dessas ações que integram a programação da Mostra Valores e contribuir para as instituições que dependem da soma de esforços para sua manutenção e trabalho que beneficiam os mais necessitados. Conheça as instituições:

– APAE Ouro Preto

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais- APAE de Ouro Preto é uma organização Social sem fins lucrativos, formada por pais, amigos e pessoas com deficiência intelectual e múltipla que unidos por objetivos comuns buscam construir uma sociedade justa e igualitária. Atualmente a APAE de ouro Preto atende a 225 usuários com deficiência intelectual e múltipla em seu ciclo de vida, promovendo seu desenvolvimento global e a melhoria de sua qualidade de vida, além de ofertar serviços às famílias. A APAE de Ouro Preto investe de efetiva na avaliação de suas ações, avançando nos conhecimentos e inovações dos serviços ofertados pela Instituição, o que permite estabelecer parcerias como o poder público, visando organizar serviços relevantes e de interesse social. A instituição conta também com a participação permanente e efetiva de seus profissionais, Auto defensores, e familiares e nos conselhos paritários e deliberativos de políticas públicas, exercendo o controle social e participando da estruturação da rede social do município.

– Lar São Vicente de Paulo

Endereço: Doutor Furtado de Menezes, 49, Cabeças, Ouro Preto, MG.

80 atendidos

O Lar São Vicente de Paulo de Ouro Preto, asilo fundado em 27/09/1942, Obra Unida à Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), é uma associação civil de direito privado, beneficente, caritativa e de assistência social, sem fins lucrativos.

Tem por finalidade a prática da caridade cristã no campo da assistência social e da promoção humana, visando especialmente abrigar pessoas idosas de ambos os sexos, proporcionar-lhes assistência material, moral, intelectual, social e espiritual, em condições de liberdade e dignidade, visando a preservação de sua saúde física e mental prestando assistência gratuita aos reconhecidamente pobres, de acordo com suas possibilidades e o estabelecido na legislação em vigor. Hoje a instituição abriga cerca de 80 idosos, possui 54 funcionários que se dividem em três turnos de trabalho. O terreno e todo o material para a construção do Lar foram doados pela comunidade Ouro-pretana e Vicentinos com a ajuda da igreja católica. Em 1997 o asilo mudou-se permanentemente para o local onde funciona atualmente, no bairro Cabeças.