VALORES DE OURO PRETO EM ARTE, SABOR E TRADIÇÃO

 A Mostra Valores é uma iniciativa e idealização da Universo Produção. Tem o propósito de dialogar e valorizar pessoas, ações, programas e comunidades das cidades de Tiradentes, Ouro Preto e Belo Horizonte, que estão inseridas no âmbito do Cinema sem Fronteiras –programa internacional de audiovisual que reúne as três mostras anuais, diferenciadas e complementares, com o intuito de exibir e discutir a produção contemporânea do cinema, sua história, patrimônio, linguagens, estéticas e formas de inserção no mercado audiovisual.

Na 17a edição da CineOP, a Mostra Valores promove uma ação diferenciada –a Festa Junina da CineOP–que reúne grupos artísticos e instituições sociais de Ouro Preto para participarem dessa ação conjunta que valoriza a arte, o sabor e a tradição num gesto de solidariedade e coletividade.

Além disto, a 17ªCineOP oferece conteúdo para integrar a grade de programação da TV Ufop, da Universidade Federal de Ouro Preto. Serão duas sessões de curtas que traz em filmes de diversos estados brasileiros para serem exibidos durante o evento na emissora universitária.

Convidamos você a participar dessas ações que integram a programação da Mostra Valores e contribuir para as instituições que dependem da soma de esforços para sua manutenção e trabalho que beneficiam os mais necessitados.

FESTA JUNINA DA CINEOP

Duas quadrilhas, barraquinhas de comes e bebes, brincadeiras e instituições sociais marcam presença para fazer da Festa Junina um encontro festivo para reunir toda a família em clima de alegria e afeto com solidariedade e união. Vamos dançar, divertir e matar saudade de uma festa junina presencial.

QUADRILHA PÉ DE MOLEQUE

Foi fundada  em 2005, no bairro Santa Cruz em Ouro Preto MG por Antônio dos Reis Pereira, mais conhecido como Antônio Batata, que logo depois passou a responsabilidade para sua filha, Marcília da Silva Pereira Mendes sendo a coordenadora e responsável pela quadrilha. Atualmente o grupo contém 11 pares e já participou de competições  no Arraial de Belô(Belo Horizonte) e em diversos lugares de Ouro Preto e distritos. A Pé de Moleque é uma quadrilha típica, tradicional e coreografada. Ao comando, a marcadora Marcília e seus componentes, levam aos  expectadores, alegria e animação a cada apresentação.

26/06 | domingo | 18h Sesc Cine Lounge Show – Centro de Convenções

DJ DAVID

Integrante do Toda Deseo, coletivo que busca abordar a temática de gênero de forma criativa e provocadora. Transgressoras e encorajadas, as ações desse coletivo visam garantir a liberdade de expressão e da participação dos sujeitos trans na vida social e cultural da cidade. São atos de resistência, inclusão e de luta contra o preconceito. Além do seu trabalho como ator, David atua como mestre de cerimônia em eventos.

26/06 | domingo | 18h Sesc Cine Lounge Show – Centro de Convenções

CANDONGUÊRO DE SÃO JOÃO

É um show que visa rememorar a tradição cultural das festas juninas e dos padroeiros dos Arraiás: Santo Antônio, São João e São Pedro. Existe na memória das cidades do interior uma música genuinamente brasileira, ambientada na tradição das bandeirinhas, do pau de sebo, dos balões, dos adros das capelinhas, das praças e dos largos, da fogueira, da canjica, do vinho quente e do quentão. O show Candonguêro de São João apresenta uma seleção especialíssima do cancioneiro brasileiro, como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Anastácia, João do vale, Gilberto Gil, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Elba Ramalho, entre outros.

26/06 | domingo | 18h Sesc Cine Lounge Show – Centro de Convenções

QUADRILHA XOREY LARGADU

Fundada em 1995, a quadrilha teve início na Rua João Pedro da Silva, com o nome Quadrilha da João Pedro da Silva, porém, depois que acabaram as festas, o grupotambém ia acabar,masalguns dos seus componentes que amavam a dança e a tradição se juntaram para dar continuidade à quadrilha e, a partir dos anos 2000, arebatizaram com o nome de Quadrilha XoreyLargadu, com passos tradicionais e teatrais.Sem fins lucrativos, ela é um grupo independente, cuja finalidade é organizar um trabalho cultural e social para atender a comunidade ouro-pretana (e outras)e levar às comunidades alegria e carisma, com apresentações para abrilhantar as festas de São João. A quadrilha tem uma sede provisória que fica localizada na Rua Dimas Bezerra Dutra, n°42 (residência), tendo como colaboradora a Sr.ª Vilma de Lourdes Mendes.

26/06 | domingo | 18h

BAR DA NIDA

O bar surgiu por causa de uma barraca de pastéis que eram vendidos na festa do padroeiro, São Sebastião, no mês de janeiro; com o decorrer do tempo, atendendo a pedidos, os proprietários resolveram montar um barzinho que foi tomando corpo e caiu no gosto do povo. O bar hoje é um espaço cultural com forró pé de serra na sexta-feira, voz e violão no sábado, samba no domingo e jazz na segunda-feira; acontecem também exposições, apresentações teatrais e casamentos; é um bar bem familiar onde se serve a comida mineira, a sempre encantadora culinária de quintal!

BARZIM DA ESQUINA

“Da nossa família para sua família.”Essa é a missão do bar. Fundado em 2016, o Barzim da Esquina compartilha os sabores mineiros repletos de amor e carinho, da família, com os clientes. Em um ambiente familiar e super acolhedor, oferece afeto em forma de comida.

INSTITUIÇÕES BENEFICIADAS

NÚCLEO DE APOIO À VIDA DE OURO PRETO

O Núcleo de Apoio à Vida de Ouro Preto (Naviop) é uma organização da sociedade civil (OSC) sem fins lucrativos, fundada em novembro de 2017 com o objetivo primeiro de implementar e manter o Programa CVV – Como Vai Você? – programa nacional de apoio emocional e prevenção ao suicídio, na cidade de Ouro Preto. O programa esteve em funcionamento entre 2018 e 2020, tendo as atividades paralisadas com a chegada da pandemia da covid-19. Passado o período mais crítico da pandemia, coma demanda local por acolhimento, apoio emocional e ações preventivas ao suicídio, o Naviop foi reativado em maio de 2022, reformulando estratégias de ações, visando atender prioritariamente as comunidades de Ouro Preto e distritos, por meio do programa CVV Comunidade, estreitando os laços e fortalecendo vínculos com a população local. Além disso, está ampliando as iniciativas, passando a atuar na interface sociocultural-ambiental e na saúde preventiva.

ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS DEFICIENTES DE OURO PRETO

A Associação Comunitária dos Deficientes de Ouro Preto e Inconfidentes, Acodopi, tem por finalidades a união e a inclusão social das pessoas com deficiência, associada, e seus familiares, associados, em todas as faixas etárias –criança e adolescentes, jovens, adultos, idosos –bem como planejar, desenvolver e executar planos, programas, projetos e atividades em consonância com as legislações vigentes para as suas diversas áreas de atuações, tais como: assistência social, saúde, educação, transporte, esporte e desporto, turismo, cultura e artes, fotografia, lazer, comunicação, radiodifusão, pesquisa científica, patrimônio, acessibilidade, mobilidade urbana, meio ambiente, direitos humanos e cidadania, dança, música, artesanato, moda e beleza, nutrição, culinária, desenvolvimento econômico,geração de emprego e renda, comércio, habilitação e reabilitação, equoterapia, consultoria e assessoria em suas áreas de atuação, trabalho em rede. Sua atuação se dá como entidade de atendimento, assessoramento e defesa e garantia de direitos, respeitadas as deliberações do CNAS em consonância com a Lei nº 8.742, de 7 jul. 1993, que dispõe sobre a Lei Orgânica da Assistência Social (Loas).

ESCOLA MUNICIPAL PADRE CARMÉLIO AUGUSTO TEIXEIRA

A Escola funcionava à Rua D. Helvécio, 428, bairro das Cabeças, com a denominação Instituto Barão de Camargos, para atender aos alunos internos da Febem. Em26 jan. 1979, foi transferida para o bairro São Cristóvão, à Rua Professor Alberto Barbosa, 36, para atender alunos da localidade.Em outubro de 1986, a Prefeitura Municipal de Ouro Preto construiu o prédio da referida escola, que passou a funcionar no ano seguinte à Rua Pirita, 55, no mesmo bairro.Com autorização da extensão de série (Minas Gerais, 14 fev. 1987,p.9, coluna 3), a Escola Estadual, junto ao Instituto Barão de Camargos, passou a oferecer as oito séries do ensino fundamental, bem como o Pré-Escolar.

Em 1992 foi construído o novo prédio e em 1994 a Prefeitura tomou posse do desse prédio, situado à Rua Padre Carmélio Augusto Teixeira, 100, bairro São Cristóvão. Em 24 ago. 1994, através do Decreto 35.938, a escola passou a denominar-se Escola Estadual Barão de Camargos, que, posteriormente, com a municipalização, passou a chamar-se Escola Municipal Padre Carmélio Augusto Teixeira. Ao longo de sua existência, a escola sempre apresentou problemas na encosta do prédio, no entanto, com a intensa chuva ocorrida no final de 2021 e início de 2022, o prédio foi condenado pela Defesa Civil e ficou por três meses desalojada, atendendo a comunidade somente de forma remota. Por fim, no mês de abril deste ano, a Prefeitura autorizou o funcionamento da escola no Paço da Misericórdia, onde está com funcionamento normal até o momento, na expectativa da construção de um prédio novo.